sábado, 13 de junho de 2015

Minicurso Arte e Educação - Inscrições limitadas

O Minicurso
O minicurso será ministrado por discentes do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE), sobre a coordenação da professora Dra. Cláudia Maria Ribeiro, que ministra a disciplina Artes e Educação, do PPGE no Departamento de Educação (Ded) da Universidade Federal de Lavras (Ufla). A professora também coordena o grupo de Pesquisa CNPq: Relações entre Filosofia e Educação para a Sexualidade na Contemporaneidade: a problemática da formação docente (Fesex - http://www.nucleoestudo.ufla.br/fesex/ ).

Arte, Educação e o Museu Imaginário das Águas
Museu Imaginário das Águas, Gênero e Sexualidade (www.fastore.pt/museu). Metáforas aquáticas que fizeram borbulhar saberes excitando outras tecelagens – rizomaticamente. Mergulhos no capital cultural da humanidade potencializando espaços no Programa de Pós-graduação em Educação, disciplina Arte e Educação transformada em heterotopia – que instigou a crítica do que somos, do que nos tornamos, das implicações políticas e culturais de nossas produções de conhecimento. Potência para incomodar, incitar sentir, desafiar agir, refletir sobre as naturalizações, as normatizações, os delírios classificatórios dos paradigmas tradicionais: saberes, poderes, verdades que inundam vidas!
Cláudia Ribeiro

Inscrições clique aqui:



Data: 27 de junho de 2015
Período: 8h às 12h
Local: Anfiteatro do Ded/Ufla

Uma prévia...
Frida Kahlo
Parte do universo fascinante e inusitado da pintura de Frida Kahlo será apresentado de forma a promover um encontro entre vida e obra. Sua feição criativa transformadora da solidão, das feirdas abertas, de seu corpo mutilado, rachado, sustentado por colete de aço e gessos, da frustação em não poder gerar uma criança dentro de seu útero perfurado. Os autorretratos, emergidos de seu íntimo, nada mais são do que o corpo diferenciado refletido no espelho que extirpa a sua dor, ao mesmo tempo em que recompõe a sua imagem num processo de encontro consigo mesma. A obra de Frida é sem dúvida intrigante e nos convida a um mergulho nas profundezas de seu interior.
Daniele Ribeiro


Ministrantes

Ailton Dias de Melo
Membro do Fesex; Bacharel em Filosofia, Licenciado em História, Graduando em Psicologia.

Cristiane Reis Barcelos Silva
Graduada em Biologia (UNIFAL).

Daniele Ribeiro de Faria
Graduada em Letras pela UFSJ; Menbro do Fesex; técnica administrativa da UFLA.

Eliane Loschi
Licenciada em Pedagogia - UFSJ. Trabalha no IF do Sudeste de Minas Gerais - Campus Barbacena. Pós-graduada em Informática em Educação pela UFLA.

Elisabete Ciccone de Assis Costa
Graduada em Odontologia (UNISA); Especialização em Farmacologia Clínica (UNIFAL); Especialização em Educação (FACINTER). Servidora SMEC de Alfenas-MG/ Programa Trilhas Educativas como Educadora Social. Integrante do Fesex.

Gislaine de Fátima Ferreira da Silva
Licenciada em Pedagogia - UFSJ. Coordenadora pedagógica – CEAD/UFLA. Integra o Fesex.

Janete Geralda da Silva 
Graduada em Pedagogia (UNIFOR-MG); especialista em Psicopedagogia (UNIFOR-MG).

Lays Nogueira Perpétuo
Licenciada em Educação Física (UFLA); integrante do Fesex.

Priscilla Bibiano
Designer Instrucional pela Federal de Itajubá, MBA em Gestão Educacional pela PUC: é mulher, mãe, casada, amante da vida, companheira dos livros, intensa por definição, pedagoga por profissão.

Viviane Gonçalves Silva
Graduada em Psicologia (UNIUBE); especialista em Educação Profissional (UGF) e em Gestão de Políticas Públicas em Gênero e Raça (UFV); psicóloga no IFMG - Campus Formiga.  



quarta-feira, 15 de abril de 2015

Encontro abrangeu integrantes do Movimento de Intercâmbio de Adolescentes de Lavras e do BIC Júnior

Encontro de Bolsistas do Programa BIC Júnior e do Movimento de Intercâmbio de Adolescentes de Lavras (Mial), realizado na Universidade Federal de Lavras (Ufla), reuniu cerca de 100 adolescentes.

O encontro contou com o apoio do Departamento de Educação (Ded) e com a participação da professora Dra. Cláudia Maria Ribeiro, coordenadora do Mial, e também com integrantes do grupo de Pesquisa CNPq Relações entre Filosofia e Educação para a Sexualidade: a problemática da formação docente (Fesex), também coordenado pela professora Cláudia Maria Ribeiro

Deram depoimentos:

Silmara Aparecida dos Santos, professora da Escola Estadual Dora Matarazo, formada em Letras pela Ufla; Leonardo Azevedo, mestrando em  Ciências Sociais na UFJF, e Reynaldo Azevedo, facilitador regional na Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Comunicadores (Renajoc).






Fonte: Assessoria de Comunicação da Universidade Federal de Lavras Ascom/Ufla

sexta-feira, 20 de março de 2015

Redução da maioridade penal não é solução

O Conselho Nacional de Assistência Social – CNAS, órgão superior de deliberação, instituído pela Lei Orgânica da Assistência Social – LOAS (Lei no. 8742, de 07 de dezembro de 1993), com representatividade da sociedade civil e do poder público, vem a público manifestar repúdio à proposta de Emenda Constitucional (PEC) nº 171/1993, em trâmite na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania do Senado Federal.

Inicialmente, cabe destacar que a violência é um fenômeno de causas multifatoriais, como a desigualdade social, o preconceito, a iniquidade da distribuição de renda e a insuficiência de políticas públicas.

A justificativa da PEC nº 171/1993 não se baseia em estudos técnicos ou científicos que comprovem o seu argumento, mostrando-se frágil para sustentar uma alteração constitucional, principalmente no que se refere a um artigo considerado como cláusula pétrea, pois se trata de direitos e garantias individuais, consagrados na Constituição Federal de 1988.

Atualmente, não há estudos que comprovem a correlação entre o recrudescimento de sanções aplicadas a adolescentes autores de atos infracionais e a diminuição dos índices de violência no Brasil, assim como não se pode afirmar que a inserção de adolescentes no regime de privação de liberdade diminuirá o sentimento de insegurança da população.

FESEX na mídia: Roda de Conversa entrevistou professora da UFLA sobre educação para as sexualidadedes


Como abordar a sexualidade nas diversas etapas da educação? Quando a escola deve começar a trabalhar o tema? Existem assuntos e abordagens prioritárias? Estes e outros questionamentos estiveram em debate no programa ‘Roda de Conversa’, veiculado no dia 10 de janeiro de 2015, na Rede Minas. Para debater a temática da sexualidade, o programa contou com a participação daComo abordar a sexualidade nas diversas etapas da educação? Quando a escola deve começar a trabalhar o tema? Existem assuntos e abordagens prioritárias? Estes e outros questionamentos estiveram em debate no programa ‘Roda de Conversa’, veiculado no dia 10 de janeiro de 2015, na Rede Minas. Para debater a temática da sexualidade, o programa contou com a participação da professora da Universidade Federal de Lavras, Cláudia Maria Ribeiro; a educadora sexual e diretora do Instituto Kaplan, em São Paulo, Maria Helena Vilela; e a presidente da Associação Mineira da Adolescência, Eliana Olímpio.

A falta de preparo da escola para discutir a sexualidade com os alunos é um dos problemas apontados no programa. Para a professora Cláudia Maria Ribeiro, muitas vezes, o que falta é o preparo dos educadores para as discussões do tema. Segundo ela, essa preparação deve começa na formação dos profissionais. “Um processo de formação inicial nas graduações e, fundamentalmente, nas licenciaturas, mas também na formação continuada de educadores e educadoras que vão discutir e vão saber o porquê de estar trabalhando com esse tema, desse jeito, com uma metodologia específica”, avalia a professora.

O programa ‘Roda de Conversa’ é uma iniciativa da Secretaria de Estado de Educação idealizado pela Magistra – Escola de Formação e Desenvolvimento Profissional de Educadores de Minas Gerais e em parceria com a Assessoria de Comunicação Social.

Confira a entrevista clicando nos itens abaixo.


108º Fórum Sul Mineiro de Educação Infantil

No mês de março de 2015, o  108º encontro do Fórum Sul Mineiro de Educação Infantil acontecerá em Lavras, na UFLA. O tema abordado será Políticas Publicas em Educação Infantil. 

Data: 26/03/2015
Horário: 8h às 12h
Local: Deparamento de Ciências Exatas - DEX/UFLA
Inscrições pelo e-mail: anapaulasilva@ded.ufla.br 
Telefone: 35-3829-1979


Abertura do projeto Borbulhando na UFLA


No dia 13/03/2015, foi lançado na Universidade Federal de Lavras o projeto Borbulhando enfrentamentos ás violências sexuais no sul de Minas Gerais. O projeto é uma iniciativa do grupo de pesquisa Relações entre filosofia e educação para a sexualidade: a problemática da formação docente (FESEX), coordenado pela professora Dra. Cláudia Maria Ribeiro do Departamento de Educação - DED/UFLA, e foi aprovado no Programa de Extensão Universitária (PROEXT/MEC/2015).

A abertura contou com a presença do Promotor de Justiça do Estado de Minas Gerais, Carlos José Silva Fortes, que bordou os trabalhos realizados pela CPI da Pedofilia do Senado Federal (2008-2010), a qual foi integrante. 
De início, o promotor ressaltou a importância do tema ao dizer que a única vez em que o termo "absoluta prioridade" aparece na Constituição Brasileira, é no Artigo 227, quando são citados diritos da Criança e do Adolescente.

O projeto Borbulhando...

O projeto promoverá a formação técnica e política na temática das violências sexuais para profissionais da Educação Infantil da rede pública municipal, de cidades que integram o Fórum Sul Mineiro de Educação Infantil e também para Conselheiros e Conselheiras Tutelares das respectivas cidades. 
Os encontros acontecerão quinzenalmente às sextas-feiras, entre os meses de março e novembro deste ano, das 13h às 17h na UFLA. Serão ao todo 80 horas, contemplando os encontros presenciais, atividades a distância, seminários e confecção de jogos para as crianças. 

Denúncia:

Qualquer pessoa pode denunciar, de forma anônima, casos de pedofilia que tenha conhecimento, através dos recursos:
Disque 100 - Secretaria dos Direitos Humanos (SEDH) da Presidência da República;
Pela Internet - www.safernet.org.br  - Combate a pornografia infantil, na internet no Brasil, e www.denunciar.org - Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos.

Cobertura da TV UFLA na abertura do curso. 


Palestra do promotor Carlos José Silva Fortes, na abertura do curso Borbulhando...
Clique na imagem para assistir a palestra no servidor de vídeos da UFLA


Fotos da abertura do projeto









Folder do Projeto







sexta-feira, 11 de abril de 2014

100º Fórum Sul Mineiro de Educação Infantil

Os fóruns são espaços de troca de experiências, de vivências, de formação política nas temáticas da Educação Infantil. Acontecem uma vez por mês. É itinerante, ou seja, cada mês é realizado em uma cidade do Sul de Minas Gerais. Por tudo isso, é rico em troca, em aprendizados e também rico em conquistas. Mais informações: clique aqui.





II ENCONTRO GÊNERO E DIVERSIDADE NA ESCOLA – GDE

24 a 26 de Setembro de 2014.
UFJF – Universidade Federal de Juiz de Fora\MG

UFLA – Universidade Federal de Lavras\MG


Inscrições prorrogadas até 22 de abril de 2014 - Clique aqui

quarta-feira, 9 de abril de 2014

VI SEMINÁRIO CORPO, GÊNERO E SEXUALIDADE

Dias 24, 25 e 26 de setembro de 2014 no Universidade Federal de Juiz de Fora


Inscrições aqui.

Mesa Redonda: Corpos, Resistências, Sexualidades

    Corpos, Resistências, Sexualidades
Lohana Berkins(A.L.I.T.T -Asociacion de Lucha por la Identidad Travesti Transexual)
Profa. Dra. Maria Rita César (UFPR)
Prof. Dr. Fernando Pocahy (UNIFOR)
Coordenadora: Profa. Dra. Constantina Xavier Filha (UFMS)


Inscrições aqui
"A educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tam pouco a sociedade muda."

Paulo Freire